Gírias do Mercado de Ações

Muitas pessoas que não são profissionais de mercado ficam confusas quando estão ouvindo um bate papo ou lendo algum conteúdo sobre o mercado de ações, nesse post, irei explicar o que significam alguns dos jargões mais utilizados e que vão ajudar na compreensão de alguns de textos, livros e conversas.

Uma ação, ela pode ser definida de duas formas por players de mercado: uma delas é Papel e outra é ativo. Por exemplo: o que você acha dos papéis de PETR4, vão subir ou cair?

Outra linguagem muito interessante é para definir se você está apostando na alta ou na baixa, que no mercado de ações é definido como “estar comprado” ou “estar vendido” em um determinado ativo. Por exemplo: estou comprado em ações de VALE3 (apostando na alta) ou estou vendido ações da VALE3 (apostando na baixa).

Um jargão importante é o “andar de lado” que significa quando uma ação não perde e nem ganha valor de mercado, ou seja, ela sobe até R$13,00, volta até R$12,50 e fica assim por bastante tempo.

Um último jargão para entendimento básico é o famoso “virar pó”, isso significa que a ação ou o ativo vai perder tanto valor de mercado que ele será vendido a um preço pífio como R$0,01 ou algo similar perante ao valor de mercado que ela já teve. Um exemplo disso foram as ações da OGXP3, que chegaram a ter uma cotação elevada de mercado e posteriormente eram vendidas a R$0,01, logo, as ações de OGXP3 viraram pó.

Existem muitos outros jargões de mercado, porém trouxe os mais utilizados pelos profissionais para que vocês leitores fiquem inteirados do assunto quando ouvirem.

Victor Peixoto/Roberto Ferreira – R&F Partners Investment Solutions

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *