Consultoria Financeira

Papo de Mercado: Não é Para Cardíacos. 

INCLUÍMOS UMA AÇÃO COM PROJEÇÃO DE ALTA DE 60% EM 2019. RECOMENDAMOS A COMPRA IMEDIATA DE XXXX3!

Temporada de balanços

  • Nesta semana, começa para valer a temporada de balanços do segundo trimestre, com Bradesco, Ambev, Santander, Usiminas, Pão de Açúcar e Telefônica Brasil anunciando seus resultados.
  • Na quarta-feira, saem os resultados de Atompar e Engie, sem horário previsto, Telefônica do Brasil e WEG antes da abertura e Carrefour, Energias do Brasil e Pão de Açúcar após o fechamento.
  • Na quinta, Ecorodovias anuncia os dados sem horário previsto. Bradesco e Ambev divulgam os números antes da abertura e Minerva e Fleury, depois do fechamento.
  • Na sexta, será a vez de Enel Ceará/Coelce e Grazziotin anunciarem seus números, sem horário definido. Usiminas solta os dados antes da abertura e Copasa e Hypera, depois do fechamento.

IPCA-15 deve reforçar expectativa de corte nos juros

  • Além disso, na terça-feira, sai um indicador importante de inflação, o IPCA-15 de julho, do IBGE, que serve de prévia para o IPCA, usado pelo Banco Central (BC) em suas metas.
  • Segundo o Banco Fator, o IPCA-15 deste mês deve vir um pouco mais alto, 0,11%, do que o de junho, que subiu 0,06%. O número em 12 meses deve ficar em 3,29%, o que deve reforçar as expectativas de redução dos juros na reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) dos dias 30 e 31 de julho. Hoje, a Selic está em 6,5% ao ano, e há estimativas de corte até 5% ao ano.

Emergentes cortam juros

  • A tendência de corte dos juros não é só local, acompanhando os sinais de desaceleração mundial e de redução das taxas nos países desenvolvidos. Nos países emergentes o efeito é o mesmo.
  • Na semana passada, os bancos centrais da África do Sul, Coreia do Sul, e Indonésia reduziram suas taxas básicas de juros, lembra o Fator, que espera queda de 0,25 ponto na Selic na reunião do Copom do dia 31 de julho.

Setor externo, crédito e construção civil

  • Na quinta-feira, o BC solta também os dados do setor externo, que devem continuar apresentando bons resultados, com déficit de contas correntes baixo, US$ 2,398 bilhões na estimativa do Fator.
  • Na sexta, saem os dados de crédito do sistema financeiro, que podem mostrar algum pequeno aumento. Também na sexta a Fundação Getulio Vargas divulga o Índice Nacional da Construção Civil (INCC) de julho, que faz parte do IGP-M e é usado na correção dos contratos de compra de imóveis na planta. O Fator estima aceleração do INCC, de 0,44% em junho para 0,83% em julho.

PIB dos EUA

  • Nos EUA, a expectativa é com o PIB do segundo trimestre, que pode indicar se o Federal Reserve (Fed, banco central americano) tem motivos para cortar mesmo a taxa de juros na reunião dos dias 30 e 31 deste mês em 0,25%, como já indicaram alguns diretores da instituição.
  • Saem também dados de consumo pessoal e o deflator da inflação do consumo pessoal, o PCE, que é usado pelo Fed para acompanhar o comportamento dos preços e definir sua política de juros.

INCLUÍMOS UMA AÇÃO COM PROJEÇÃO DE ALTA DE MAIS DE 60% EM 2019. RECOMENDAMOS A COMPRA IMEDIATA DE XXXX3!

O retorno bruto da carteira R&F Partners acumulou 11,56% (somado as operações do Trade Cash + proventos sobre dividendos) no acumulado de 2018 (fechamento 24/07/2019), comparado ao retorno de 14,11% para o Ibovespa no mesmo período. Isso equivale a dizer que a carteira R&F Partners, concentrada em poucas ações, apresentou retorno -2,55% superior ao seu principal índice de referência.

Trade Cash todas as semanas com recomendações de operações day trade, swing trade, futuros e derivativos!

ATENÇÃO ÀS RECOMENDAÇÕES DE CURTO PRAZO DO TRADE CASH!

www.rfpartners.com.br

contato@rfpartners.com.br

Telefone (11) 3253 2997

WhatsApp (11) 9 6098 7550

R&F Partners Investment Solutions

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *