Consultoria de Investimentos

Papo de Mercado: Aspirina Pra Risco.

Aversão global ao risco

“Estamos vivendo um momento de aversão ao risco global”, diz Pablo Stipanicic Spyer, diretor da corretora Mirae Asset. “O rali global pelos títulos americanos está ficando muito sério”, afirma. “O problema esta manhã é a China ameaçar usar a exportação de terras raras, muito importantes para o setor tecnológico americano, como barganha na guerra comercial”, explicou.

Guerra derruba a atividade

A guerra comercial acentua um movimento de desaceleração que reflete também os problemas geopolíticos da Europa, com governos fracos e com políticas econômicas duvidosas, e o risco cada vez maior de uma saída desorganizada do Reino Unido da União Europeia depois dos fracassos na negociação do Brexit.

A China também segue seu processo de desaceleração, mas com as autoridades dispostas a dar menos incentivos para a economia do que em 2008 ou 2009.

Nas estimativas do Itaú, a guerra comercial e o aumento das tarifas de importação entre os dois países podem tirar 0,7 ponto percentual do crescimento mundial, impactando a cadeia produtiva global. Hoje, a Alemanha tem uma ligação muito maior com a China, e uma desaceleração chinesa poderia impactar o crescimento da Europa.

O mesmo vale para os países emergentes, como o Brasil, que hoje tem ligações maiores com a China do que com os EUA. A guerra é preocupante em um momento em que a economia mundial já está desacelerando. Não adianta tomar aspirina para curar dor de estômago.

IPCA-15 sobe 0,35% em maio e atinge pico de 4,93% em 12 meses

  • O IPCA-15 de maio registrou alta de 0,35%, próximo da nossa projeção (0,38%). Destaque no mês para a deflação em alimentos no domicílio (-0,26%), enquanto combustíveis de veículos pressionaram o índice por mais um mês. Juntos, gasolina e etanol explicam 0,18 p.p. da alta de 0,38% neste mês.
  • Com o resultado de hoje, o IPCA acumula alta de 4,97% em doze meses. Considerando as nossas projeções para os próximos meses, esperamos que a inflação acumulada tenha atingido seu pico nesta divulgação.
  • Revisamos nosso IPCA fechado para maio de 0,29% para 0,25%. Em junho e julho esperamos, respectivamente, 0,12% e 0,11%. Mantemos nossa projeção de 3,6% de alta no IPCA deste ano e no próximo.

RECOMENDAMOS A COMPRA IMEDIATA DE XXXX3!

O retorno bruto da carteira R&F Partners acumulou 2,49% (somado as operações do Trade Cash + proventos sobre dividendos) no acumulado de 2018 (fechamento 29/05/2019), comparado ao retorno de 5,83% para o Ibovespa no mesmo período. Isso equivale a dizer que a carteira R&F Partners, concentrada em poucas ações, apresentou retorno -3,34% superior ao seu principal índice de referência.

Trade Cash todas as semanas com recomendações de operações day trade, swing trade, futuros e derivativos!

ATENÇÃO ÀS RECOMENDAÇÕES DE CURTO PRAZO DO TRADE CASH!

www.rfpartners.com.br

contato@rfpartners.com.br

Telefone (11) 3253 2997

WhatsApp (11) 9 6098 7550

R&F Partners Investment Solutions

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *