Consultoria de Investimentos

Papo de Mercado: Meu Patrimônio é Seu.

Produção industrial sobe 0,2% em fevereiro, abaixo das expectativas.

O resultado fraco foi influenciado pelo recuo na indústria extrativa e produtos
farmacêuticos.

Resultado influenciado pelo recuo na indústria extrativa e produção de produtos
Farmacêuticos.

A produção industrial subiu 0,2% em fevereiro na comparação mensal
dessazonalizada.

O resultado veio abaixo da mediana das expectativas e da nossa projeção
(ambos em 0,6%).

Em relação ao mesmo mês de 2017, houve alta de 2,8%, ante avanço de
5,8% no mês anterior. O resultado anterior foi revisado para cima em 0,1 p.p.
A análise das aberturas mostra um quadro ligeiramente mais favorável. Entre as
categorias econômicas, alta mensal dessazonalizada de 1,7% na produção de
bens de consumo duráveis e de 0,1% de bens de capital, enquanto a produção de bens
intermediários recuou 0,7% e a dos demais bens de consumo recuou 0,6%.

Pela ótica da atividade econômica, a indústria extrativa recuou 5,2% no mês,
explicando parte relevante da surpresa negativa, e a indústria de transformação
recuou 0,1%. Uma desagregação maior (em 24 atividades) mostra alta em 14
atividades.

A fabricação de produtos farmoquímicos e farmacêuticos recuou 8,1% no mês,
também contribuindo para a surpresa negativa.
Indicadores coincidentes sinalizam alta em março.

Os primeiros indicadores coincidentes (confiança da indústria, utilização da
capacidade instalada, dados semanais de comércio exterior e consumo de
energia, prévias do setor de automóveis, entre outros) sinalizam alta mensal
dessazonalizada de 0,6% da produção industrial em março (crescimento de
3,3% na comparação anual).

XXXX3 Seguros e Serviços Financeiros

Semana passada (20/03/2018), a XXXX3 informou ao mercado que começou a
negociar com a Caixa Seguridade e a CNP (parceira francesa da estatal) os
moldes de um novo acordo para distribuição e comercialização de contratos de
seguros nas agências da Caixa.

No comunicado, a companhia informou que, apesar de ainda não terem sido
definidos os termos e condições, a negociação envolve novas sociedades
firmadas no futuro entre a Caixa e seus parceiros no segmento de seguridade, ou
seja, o novo acordo englobará não só a nova JV firmada entre Caixa e CNP, mas
outras novas parcerias futuras.

Com um poder de barganha relativamente limitado, é de se esperar que a
XXXX3 veja uma redução na corretagem cobrada por contrato vendido, com
algum impacto negativo para a geração de caixa e o retorno da companhia no
curto prazo. Porém, um novo contrato entre as partes deve assegurar a
continuidade do business no longo prazo e mudar a percepção que o mercado
tem sobre o papel.

A notícia é, sem dúvidas, muito boa para XXXX3 e seus acionistas. Com uma
forte geração de caixa e dividend yield de 10,3 por cento, a companhia opera
hoje com múltiplos bem descontados (EV/Ebitda de 4,39x), mas isso deve
mudar rapidamente desde que o novo acordo saia em termos minimamente
positivos.

Estamos incluindo XXXX3 na carteira R&F Partners. Recomendação de
compra!

R&F Partners Investment Solutions

O retorno bruto da carteira R&F Partners acumulou 31.29% (somado as
operações do Trade Cash + proventos sobre dividendos) no acumulado de 2018
(fechamento 28/03/2018), comparado ao retorno de 9.90% para o Ibovespa no
mesmo período. Isso equivale a dizer que a carteira R&F Partners, concentrada
em poucas ações, apresentou retorno % superior ao seu principal índice de
referência.

Trade Cash todas as semanas com recomendações de operações day trade,
swing trade, futuros e derivativos!

ATENÇÃO ÀS RECOMENDAÇÕES DE CURTO PRAZO DO TRADE CASH!

www.rfpartners.com.br
Telefone (11) 3253 2997
WhatsApp (11) 9 6098 7550

R&F Partners Investment Solutions

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *