Consultoria de Investimentos

Papo de Mercado: Um Domingo Qualquer.

 

Um Domingo Qualquer

11/05/2018

Aos assinantes de longa data, desculpe-me a redundância, sei que já usamos esse título, mas é inevitável.

Fazer a mesma coisa repetidas vezes esperando resultado diferente é burrice. Digo isso pois o pregão da última segunda-feira (29) me fez recordar a pós votação do processo de impeachment (Dilma). Impossível não recordar minha euforia ao falar com alguns amigos na madrugada de domingo (17/04/2016). Pode tomar bolsa lote, que amanhã a porrada vai ser grande. O que comprar? Compra qualquer coisa, vai subir tudo mesmo!

Faltou só combinar com os russos

Naquela segunda-feira meu broker insistia em piscar vermelho e eu tentando entender o porquê que a roda não girava redondo. Cada mensagem do Whatsapp era uma coçada na testa. Como diria Chicó, não sei, só sei que foi assim.

Nove anos à frente da R&F me ensinou uma lição que não está nos livros. No mercado a soma pode ser subtração, a divisão multiplicação e todos opostos se aplicam, ou não.

Gestor que colocou Beta positivo esse ano, pra gerar Alpha, tomou ferro o ano todo. Inclusive este que vos fala.

E lá vamos nós em mais um domingo qualquer. Desembarcando em São Paulo (28), ouço fogos, buzinas, blá, blá, blá, ou seria pá, pá, pá. Jair Messias Bolsonaro eleito presidente do Brasil. Se ele tem Messias no nome, eu não tenho.

Que eu fiz? Nada. Chá, Fantástico, Hamilton campeão, Bolsonaro eleito. Okay!

Agora faltou só combinar com os EUA. Lá fora azedou!

Segunda, lá vem o broker piscando vermelho tra vez. Bolsonaro tava no preço, a gringa azedou, acionou-se um ou dois stops e moio. Simples assim!

Compre aos sons dos canhões, venda aos sons dos violinos.

 

Resultado fiscal do ano deve ser melhor que a meta

O setor público consolidado registrou déficit primário de R$ 24,6 bilhões em setembro, ligeiramente pior que a nossa projeção (R$23,0 bilhões) e o consenso de mercado (em R$ 22,0 bilhões). Os governos regionais e as estatais registraram déficit de R$ 0,8 bilhão e superávit de R$ 0,5 bilhão, próximo às nossas expectativas.

A diferença em relação à nossa projeção se deu por uma maior distorção entre o resultado do governo do governo central divulgado pelo Tesouro Nacional na semana passada (“acima da linha”, com déficit de R$ 23,0 bilhões) e o divulgado pelo Banco Central (“abaixo da linha”, com déficit de R$ 24,2 bilhões.).

No acumulado em 12 meses, o déficit primário consolidado aumentou de 1,2% em agosto para 1,3% do PIB em setembro. O resultado do mês confirma a perspectiva de um resultado primário melhor do que a meta de déficit fixada para o ano.

A dívida líquida do setor público aumentou de 51,2% do PIB em agosto para 52,2% do PIB em setembro, enquanto a dívida bruta do governo geral oscilou de 77,3% para 77,2% no mesmo período.

Um cenário fiscal favorável é estritamente dependente da aprovação de reformas, como a da Previdência, que sinalizem o retorno gradual a superávits primários compatíveis com a estabilização estrutural da dívida pública.

 

REFORÇAMOS NOSSA RECOMENDAÇÃO DE COMPRA EM XXXX3!

 

O retorno bruto da carteira R&F Partners acumulou 129,83% (somado as operações do Trade Cash + proventos sobre dividendos) no acumulado de 2018 (fechamento 10/10/2018), comparado ao retorno de 7,66% para o Ibovespa no mesmo período. Isso equivale a dizer que a carteira R&F Partners, concentrada em poucas ações, apresentou retorno 122,17 % superior ao seu principal índice de referência.

Trade Cash todas as semanas com recomendações de operações day trade, swing trade, futuros e derivativos!

ATENÇÃO ÀS RECOMENDAÇÕES DE CURTO PRAZO DO TRADE CASH!

www.rfpartners.com.br

contato@rfpartners.com.br

Telefone (11) 3253 2997

WhatsApp (11) 9 6098 7550

R&F Partners Investment Solutions

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *