Consultoria de Investimentos

Papo de Mercado: Projeção do Projetado.

 


IPCA-15 sobe 0,83% em junho

  • O IPCA-15 de junho registrou alta de 0,83%, abaixo da nossa projeção (0,92%) e próximo da mediana das expectativas de mercado (0,85%). Com relação ao nosso valor projetado, destaque para variação abaixo do esperado em combustíveis de veículo, passagem aérea e alimentação no domicílio. Por outro lado, a abertura de inflação subjacente veio próximo da nossa projeção, com industriais e serviços ainda em patamar elevado na margem.
  • O núcleo de serviços acelerou para 0,54%, de 0,08% em maio (3,9% em 12 meses, de 3,3% no mês anterior), enquanto o núcleo de industriais subiu 0,69% (de 5,3% para 6,2% em 12 meses). A média dos núcleos acompanhados pelo BC (EX-0, EX-3, MS, DP e P55) variou 0,62% no mês e subiu de 4,1% para 4,8% em 12 meses.
  • Nossa projeção preliminar para o IPCA de junho está em 0,55%. Esperamos alta de 0,60% em julho e 0,18% em agosto. Esperamos 5,6% no IPCA 2021 e 3,6% no IPCA 2022.

Inflação

  • O relatório de inflação de junho de 2021 mostra projeções consistentes, a nosso ver, com a continuidade do processo de aperto da política monetária, com novas altas de juros à frente. O ritmo de elevação, que projetamos ser de 1,00-0,75-0,50 p.p. nas reuniões de agosto, setembro e outubro, respectivamente, irá seguir dependente da evolução do cenário e, em particular, das expectativas para o IPCA em 2022.
  • Digno de nota, o BCB trouxe uma revisão menos intensa que a esperada para a projeção de crescimento do PIB em 2021, de 3,6% para 4,6% (bem abaixo da nossa expectativa de 5,5% e do consenso de 5,0%).
  • Os estudos apresentados nos boxes do relatório mostram que (1) a relação entre a crise sanitária e a atividade econômica muda ao longo do tempo, o que ajuda a entender as surpresas positivas em dados recentes; (2) efeitos sazonais e de calendário podem ter sido impactados pela pandemia, o que, dentre outros efeitos, implicaria um carrego estatístico menor em 2021; e (3) os vieses de seleção relacionados a problemas de coleta da PNAD Contínua durante a pandemia não parecem ter tido efeitos relevantes em métricas do mercado de trabalho.
  • Além disso, um boxe final analisa cenários de risco para as projeções de inflação. Mudanças de expectativas sobre o início ou velocidade de normalização da política monetária americana elevariam tais projeções para 2021, e, supondo uma depreciação cambial permanente e elevação da taxa neutra de juros, para 2022 também. Um segundo grupo de cenários quantifica a redução esperada da inflação em relação ao cenário base supondo a volta de preços de commodities e/ou do câmbio para níveis pré-pandemia.

O retorno bruto da carteira R&F Partners acumulou 16,02% (somado as operações do Trade Cash + proventos sobre dividendos) no acumulado de 2021 (fechamento 30/06/2021), comparado ao retorno de 7,11% para o Ibovespa no mesmo período. Isso equivale a dizer que a carteira R&F Partners, concentrada em poucas ações, apresentou retorno 8,91% superior ao seu principal índice de referência.

Trade Cash todas as semanas com recomendações de operações day trade, swing trade, futuros e derivativos!

ATENÇÃO ÀS RECOMENDAÇÕES DE CURTO PRAZO DO TRADE CASH!

Estamos à disposição pelos nossos canais de atendimento.

contato@rfpartners.com.br 

www.rfpartners.com.br

3253 2997 (Telefone) – 9 6098-7550 (Celular/Whatsapp)

R&F Partners Investment Solutions

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *