Consultoria de Investimentos

Papo de Mercado: De Que Lado Você Está?

Não é fácil a vida de um analista financeiro no Brasil, ainda mais em um país imediatista em que os resultados são para ontem. No entanto, temos nosso portfólio de investimentos montado na tese da vitória do centro à direita.

Sofremos durante todo o ano com efeito de cauda de uma possível vitória da esquerda, mas não desfocamos da nossa teoria cíclica de que estamos diante de um Bull Market e uma esquerda falida, não somente no Brasil mas em toda américa do sul.

Nossa posição buy and hold começa a colher os frutos da paciência e do ante petismo que está no ar.

Mercado nos dois últimos pregões sinalizou de forma bem clara de que lado está.

E vamos ao que interessa!

 

Desemprego recua, influenciado por aumento da ocupação informal.

  • Segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua), a taxa de desemprego nacional recuou para 12,1% no trimestre concluído em agosto, ante 12,3% no trimestre concluído em julho.
  • Usando nosso ajuste sazonal, o desemprego recuou 0,1 p.p. para 12,2%.
  • A massa salarial real avançou 1,1% em relação ao trimestre anterior (variação dessazonalizada).
  • A população ocupada avançou 0,7% ante o trimestre anterior, em decorrência principalmente do aumento na ocupação informal.

Resultados fiscais de curto prazo tem surpreendido positivamente

  • O setor público consolidado registrou déficit primário de R$ 16,9 bilhões em agosto, melhor que a nossa projeção (R$24,1 bilhões) e o consenso de mercado (em R$ 19,0 bilhões). Os governos regionais e as estatais registraram superávit de R$ 3,4 bilhões e superávit de R$ 0,6 bilhão, ante nossa expectativa de déficit de R$ 0,5 bilhão e resultado equilibrado, respectivamente.
  • Além do melhor resultado dos governos regionais e das estatais, a surpresa em relação à nossa estimativa decorre da contabilização de receita extraordinária da 15ª rodada de concessão de petróleo e gás, que esperávamos que ocorresse apenas em setembro. No acumulado em 12 meses, o déficit primário consolidado aumentou de 1,1% em julho para 1,2% do PIB em agosto. O resultado do mês confirma a perspectiva de um resultado primário melhor do que a meta de déficit fixada para o ano.
  • A dívida bruta do governo geral aumentou de 77,2% do PIB para 77,3% do PIB entre julho e agosto, mesmo com a devolução de 1,0% do PIB do BNDES ao Tesouro Nacional. A dívida líquida do setor público, por sua vez, recuou de 54,2% do PIB em julho para 53,2% do PIB em agosto, refletindo a depreciação cambial do período.
  • Um cenário fiscal favorável é estritamente dependente da aprovação de reformas, como a da Previdência, que sinalizem o retorno gradual a superávits primários compatíveis com a estabilização estrutural da dívida pública.

 

REFORÇAMOS NOSSA RECOMENDAÇÃO DE COMPRA EM XXXX3!

 

O retorno bruto da carteira R&F Partners acumulou 110,44% (somado as operações do Trade Cash + proventos sobre dividendos) no acumulado de 2018 (fechamento 03/10/2018), comparado ao retorno de 5,36% para o Ibovespa no mesmo período. Isso equivale a dizer que a carteira R&F Partners, concentrada em poucas ações, apresentou retorno % superior ao seu principal índice de referência.

Trade Cash todas as semanas com recomendações de operações day trade, swing trade, futuros e derivativos!

ATENÇÃO ÀS RECOMENDAÇÕES DE CURTO PRAZO DO TRADE CASH!

www.rfpartners.com.br

contato@rfpartners.com.br

Telefone (11) 3253 2997

WhatsApp (11) 9 6098 7550

R&F Partners Investment Solutions

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *