Consultoria de Investimentos

Papo de Mercado: Desemprego No Teto.

Produção industrial cresce 3,2%

  • A produção industrial cresceu 3,2% em agosto com ajuste sazonal, ligeiramente abaixo das expectativas de mercado e da nossa projeção (ambas em +3,8%), mas mantendo sólida trajetória de recuperação.

    • O processo de recuperação tem sido generalizado, à medida que a produção tanto de bens ligados ao consumo quanto ao investimento continua crescendo.

    • A alta da produção industrial está em linha com nossa visão de uma recuperação significativa do PIB no terceiro trimestre.

Superávit comercial segue em patamar elevado

  • O saldo comercial foi positivo em US$ 6,2 bilhões em setembro, abaixo da nossa expectativa (superávit de US$ 6,9 bilhões) e do consenso de mercado (US$ 7,1 bilhões). A principal surpresa veio no aumento das importações nas últimas semanas do mês.

    • O superávit é resultado de US$ 18,5 bi de exportações e de US$ 12,3 bi de importações no mês, com saldo superior ao superávit de US$ 3,8 bilhões registrado no mesmo mês do ano anterior. A média móvel trimestral dessazonalizada e anualizada do saldo comercial avançou de US$ 79 bilhões para US$ 83 bilhões.

    • Os dados dos últimos meses mostram que as exportações sofreram menos na crise do que as importações. Estas ainda se encontram substancialmente abaixo dos níveis pré-crise, em função da forte contração da atividade econômica e do câmbio mais depreciado, o que tem garantido elevados superávits comerciais.

Déficit primário de R$ 87,6 bilhões em agosto

  • O setor público consolidado registrou déficit primário de R$ 87,6 bilhões em agosto, melhor que a nossa projeção (R$ 95,3 bilhões) e o consenso de mercado (R$ 98,0 bilhões). O governo central registrou déficit de R$ 96,1 bilhões pela metodologia do Tesouro Nacional (a partir da diferença entre receitas e despesas), também melhor que nossa expectativa de R$ 101 bilhões.
  • Excluindo as medidas de receitas e despesas para combater a crise do coronavírus, o déficit primário teria sido de R$ 3,4 bilhões. Governos regionais registraram superávit de R$ 9,1 bilhões (esperado: superávit de R$ 6,0 bilhões), enquanto as empresas estatais registraram déficit de R$ 0,2 bilhão. No acumulado em 12 meses, o déficit primário consolidado aumentou de 7,5% para 8,5% do PIB.

    • A dívida bruta do governo geral subiu de 86,4% para 88,8% do PIB em agosto, e a dívida líquida subiu de 60,1% para 60,7% do PIB. No acumulado em 12 meses, o déficit nominal, excluindo swaps, aumentou de 11,4% para 12,3% do PIB.

  • A contração da atividade econômica e as medidas tomadas para suavizar o impacto da crise do coronavírus levarão a uma forte piora nos resultados fiscais de 2020, mas é fundamental que não sejam criadas despesas permanentes sem compensações, de modo que o ajuste fiscal gradual retomado de 2021 em diante.

Taxa de desemprego atinge 13,8%

  • A taxa de desemprego atingiu 13,8% no trimestre encerrado em julho, de acordo com a pesquisa PNADC do IBGE.
  • O salário real médio efetivo parou de recuar e continua em patamares bem superiores aos apontados pela PNAD Covid-19, outra pesquisa de mercado de trabalho do IBGE.
  • Os dados da PNAD Covid-19 mostram que o emprego já começou a apresentar leve melhora em agosto.
  • Acreditamos que o pior já passou em termos de empregos e salários, mas projetamos que a taxa de desemprego continuará em alta (devido a nossa expectativa de recuperação da taxa de participação).
  • Estamos à disposição pelos nossos canais de atendimento.

    contato@rfpartners.com.br 

    www.rfpartners.com.br

    3253 2997 (Telefone) – 9 6098-7550 (Celular/Whatsapp)

    R&F Partners Investment Solutions

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *