Consultoria de Investimentos

Papo de Mercado: Bom, Bonito e Barato.

Inflação abaixo ou próxima da meta em todos os cenários para 2018, 2019 e 2020.

O relatório de inflação apresenta projeções de inflação em torno de 4,2% para 2018 e 4,1% para 2019 e 2020 no cenário com taxa de juros constante a 6,50% a.a. e taxa de câmbio constante a R$ 3,70/US$, ante metas de 4,5%, 4,25% e 4,0% para os mesmos anos.

No cenário de mercado, que considera projeções de taxas de juros e câmbio em linha com o relatório Focus, que atualmente assume a taxa Selic estável em 6,50% até o final de 2018, e subindo para 8,0% em 2019, as projeções de inflação situam-se em torno de 4,2% para 2018 e de 3,7% para 2019 e 2020.

Nesse cenário, considera-se uma taxa de câmbio de R$ 3,63 ao final de 2018 e R$ 3,60 ao final de 2019, com projeção de inflação de preços de administrados em 7,2% para 2018, de 4,6% para 2019 e 3,8% para 2020.

As projeções de inflação para 2019 (abaixo da meta no cenário de mercado e próxima da meta no cenário de referência) são consistentes com a manutenção da taxa Selic no nível vigente. No cenário híbrido que assume taxa de câmbio constante e juros em linha com a expectativa de mercado, as projeções de inflação situam-se em torno de 4,2% para 2018, 3,9% para 2019 e 3,7% em 2020.

Por fim, no cenário híbrido que assume taxa de câmbio em linha com as expectativas de mercado e juros constantes, as projeções de inflação apontam para 4,2% em 2018, 3,8% em 2019 e 4,1% em 2020.

 

Projeções de inflação reforçam cenário de estabilidade da taxa Selic

As projeções de inflação estão abaixo ou próximas da meta em todos os cenários para 2018, 2019 e 2020. Segundo o Banco Central, contribuem para que as projeções de inflação de 2019 e 2020 sejam consistentes com as metas, o fato de as expectativas de inflação estarem ancoradas, a diminuição dos efeitos da depreciação cambial ao longo do tempo e a trajetória de recuperação da atividade econômica.

Nesse sentido, o BCB indica que a política monetária estimulativa favorece o estreitamento da capacidade ociosa dos fatores de produção, contribuindo para a convergência da inflação para a meta.

 

O retorno bruto da carteira R&F Partners acumulou 50,42% (somado as operações do Trade Cash + proventos sobre dividendos) no acumulado de 2018 (fechamento 25/06/2018), comparado ao retorno de -6,39% para o Ibovespa no mesmo período. Isso equivale a dizer que a carteira R&F Partners, concentrada em poucas ações, apresentou retorno % superior ao seu principal índice de referência.

Trade Cash todas as semanas com recomendações de operações day trade, swing trade, futuros e derivativos!

ATENÇÃO ÀS RECOMENDAÇÕES DE CURTO PRAZO DO TRADE CASH!

www.rfpartners.com.br

contato@rfpartners.com.br

Telefone (11) 3253 2997

WhatsApp (11) 9 6098 7550

R&F Partners Investment Solutions

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *