Consultoria Financeira

Papo de Mercado: Mais do Mesmo a Vista.

 XXXX3

Estamos incluindo na carteira da casa XXXXXX Participações S.A. Recomendamos a compra de XXXX3, distribuído proporcionalmente entre XXXX3, XXXX3, XXXX3 e XXXX.

Copom: corte de 0,50 p.p. com aceno de outros 0,50 p.p. adiante

  • O Copom reduziu a taxa de juros em 0,50 p.p. em decisão unânime, apesar de sinais de estresse observados no mercado após a decisão do Fed que ocorreu algumas horas antes. O movimento foi em linha com nossa expectativa, mas não era o consenso de mercado.
  • O regime de metas de inflação mira, na prática, nas projeções de inflação, e as projeções fornecidas no comunicado da reunião sugerem um orçamento total de flexibilização de cerca de 1,00 p.p.
  • No entanto, isso também é condicional à retomada prevista da recuperação econômica, algo que ainda é incerto. A decisão de começar com um movimento de 0,50 p.p., assim como a linguagem usada no comunicado, indica que, por enquanto, um “ajuste” adicional de mesma magnitude é o cenário base para a próxima reunião, de modo que esperamos que o Copom reduza a taxa Selic para 5,5% na decisão de setembro.
  • Por enquanto, dada a fraqueza da recuperação e as perspectivas benignas para a inflação, acreditamos que a Selic chegará a 5% até o fim do ano. Em suma, parece que os fatores externos/internos dominam os riscos para cima/baixo ao redor da projeção em questão (desde que as reformas econômicas permaneçam no rumo certo).

Ata Copom

  • A ata do Copom, divulgada nesta manhã, traz uma longa discussão sobre os efeitos da reforma da previdência sobre a taxa de juros neutra – que deve cair gradualmente, segundo o comitê – bem como um quadro de perspectivas inflacionárias mais benignas. É interessante observar que as autoridades também mencionam a flexibilização das condições financeiras (que, no momento da reunião, incorporavam cortes de juros de 100-125 p.b.).
  • Sobre atividade econômica, o comitê novamente destaca que os dados recentes sugerem possibilidade de retomada gradual e espera alguma aceleração do crescimento no segundo semestre. Levando em conta tudo isto, consideramos que o texto aponta para outro corte de 0,50 p.p. na reunião de 17 e 18 de setembro. Depois disso, o grau de incerteza é substancial, mas ainda esperamos que a taxa básica termine o ano em 5,0%, dada a fraqueza da recuperação e as perspectivas benignas para a inflação.

 

Desemprego estável em 11,9% com ajuste sazonal em junho

  • A taxa de desemprego nacional alcançou 12,0% no trimestre concluído em junho, ante 12,4% no mesmo período do ano passado, segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua). O resultado veio em linha com a nossa projeção e com a mediana das expectativas do mercado (ambas 12,0%).
  • Em termos dessazonalizados, a taxa de desemprego ficou estável em 11,9%.
  • A massa salarial real cresceu 2,4% no trimestre concluído em junho ante o mesmo período do ano anterior.

INCLUÍMOS UMA AÇÃO COM PROJEÇÃO DE ALTA DE MAIS DE 80% EM 2019. RECOMENDAMOS A COMPRA IMEDIATA DE XXXX3!

O retorno bruto da carteira R&F Partners acumulou 16,86% (somado as operações do Trade Cash + proventos sobre dividendos) no acumulado de 2018 (fechamento 07/08/2019), comparado ao retorno de 11,77% para o Ibovespa no mesmo período. Isso equivale a dizer que a carteira R&F Partners, concentrada em poucas ações, apresentou retorno +5,09% superior ao seu principal índice de referência.

Trade Cash todas as semanas com recomendações de operações day trade, swing trade, futuros e derivativos!

ATENÇÃO ÀS RECOMENDAÇÕES DE CURTO PRAZO DO TRADE CASH!

Estamos a disposição pelos nossos canais de atendimento

contato@rfpartners.com.br 

www.rfpartners.com.br

3253 2997 (Telefone) – 9 6098-7550 (Celular/Whatsapp)

R&F Partners Investment Solutions

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *