Contrarian Call

Eduardo e Mônica: no caminho do bem

Eduardo abriu os olhos e motivado pelas boas intenções da sua família entrou numa boa escola onde se alfabetizou aos 7 anos de idade, rodeado de coleguinhas fofos. Aos 9 anos tinha aulas de natação duas vezes por semana. O mais perto que Eduardo chega da água hoje é observar a piscina da sacada do seu apartamento. Aos 10 anos recebia a faixa amarela do seu estimado professor de judô. Ah como Eduardo achava chato correr em volta daquele tatame. Aos 14 anos completava o ensino médio com notas altas e baixas expectativas. Aos 17 anos completava o segundo grau em uma conceituada escola técnica, sem utilizar até a presente data nenhuma técnica.

Leia Mais